O Desafio Porto Alegre Resiliente deseja que o seu desenvolvimento seja plural e abrangente. Para isso, incentiva a transparência e procura equilibrar a divulgação das informações entre as diferentes partes interessadas no projeto para fortalecer o entendimento da resiliência e de como ela está sendo construída em Porto Alegre. Promover o acesso à informação a todos, em linguagem clara e objetiva, sobre as origens e aplicações dos recursos públicos municipais é nossa função e nosso compromisso.

O Desafio Porto Alegre Resiliente recebe quatro tipos de apoio

A Fundação Rockefeller, através do projeto 100 Cidades Resilientes (100RC) oferece quatro níveis de apoio para ajudar as cidades do programa a melhorarem a sua capacidade de lidar com problemas crônicos e agudos. Saiba como a Fundação Rockefeller está aplicando os recursos direcionados para o desenvolvimento da estratégia de resiliência em Porto Alegre:

  • Contratação direta de dois Vice-diretores de resiliência para auxiliarem o Diretor de Resiliência de Porto Alegre (CRO)  pagando os salários dos vices durante os dois anos de desenvolvimento do projeto em Porto Alegre. Os recursos são transferidos através da ONG CiuPOA, selecionada pela Fundação Rockefeller.
  • Contratação de uma consultoria internacional especializada no desenvolvimento de grandes projetos para cidades. Esse parceiro estratégico dá apoio no desenvolvimento da estratégia de resiliência de Porto Alegre.
  • Disponibilização de acesso a uma plataforma de serviços especializados de empresas em nível mundial para apoiar a implantação da estratégia de resiliência.
  • A Fundação Rockefeller propicia também a participação de Porto Alegre como membro na rede global 100 Cidades Resilientes.