Até 2050, aproximadamente 70% do mundo viverá em cidades. Com a população mundial cada vez mais concentrada em áreas urbanas, o impacto econômico, a complexidade e o risco de ameaças naturais e aquelas provocadas pelo homem continuarão a crescer. Apesar de não podermos prever os próximos desastres, podemos controlar como nos preparamos e respondemos a esses desafios. A 100 Resilient Cities se dedica a ajudar as nossas cidades a se adaptarem de forma melhor aos choques e pressões do mundo atual e transformá-los em oportunidades de crescimento.
O Desafio Porto Alegre Resiliente é o projeto da capital gaúcha para o desenvolvimento de uma estratégia que ajude a cidade a se tornar mais resiliente aos desafios físicos, sociais e econômicos que são uma parte crescente do século 21.
A resiliência urbana: Capacidade de indivíduos, comunidades ou cidades de sobreviver, adaptar-se e crescer, não importando a intensidade dos impactos que venham a sofrer. Ao desenvolver um plano que observe esses aspectos, indivíduos, comunidades e as cidades se tornam mais capacitadas para responder aos eventos adversos, mantendo suas funções básicas e se recuperando rapidamente dos seus impactos.
Alguns participantes da Rede: Porto Alegre, juntamente com o Rio de Janeiro, são as duas únicas cidades brasileiras selecionadas pela Fundação Rockefeller. Na América Latina, foram escolhidas, Medelin e Cali, fazendo parte desse time internacional cidades como Atenas, Barcelona, Milão, Paris, Londres, Lisboa, Chicago e Cingapura, dentre outras atuais 66 cidades.
Articulação central: Prefeitura Municipal de Porto Alegre (Secretaria Municipal de Governança Local- SMGL, Gabinete de Inovação e Tecnologia- INOVAPOA, Gabinete de Defesa Civil- GADEC), ONG Centro de Inteligência Urbana de Porto Alegre- CIU-POA, Centro de Estudos e pesquisas em Desastres Ambientais- CEPED-UFRGS. Por solicitação da Fundação Rockefeller, Porto Alegre elegeu seu Chefe de Resiliência, Cezar Busatto, secretário de Governança de Porto Alegre, que conta com o apoio técnico dos vice-diretores de resiliência David Monteiro (ONG CIU-POA) e Patrick Fontes (CEPED UFRGS).
100 Resilient Cities é financiado e apoiado pela Fundação Rockefeller que administra o projeto através da Rockefeller Philantropy Advisors (RPA), uma organização sem fins lucrativos que proporciona governança e infraestrutura operacional aos projetos que patrocina.